Benemérito Sr. Alfredo Cunha

A história do Lar de Sant’Ana – Matosinhos cruza-se com a história do seu principal benemérito, o ilustre cidadão Sr. Alfredo Cunha.

No dia 22 de Janeiro de 1916, data do seu falecimento, o Sr. Alfredo Cunha não tinha “ascendentes nem descendentes” pelo que decide legar os seus bens, duas casas que se situavam no lugar de Sant’ana, junto da Avenida Vitória, hoje Avenida D. Afonso Henriques, para que seja instituído “um albergue para pobres desamparados” das freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira. Esta sua vontade foi expressa em testamento, no qual determina que “deverão ser admitidos pobres sem domicílio certo e sem família que lhes sirva de amparo e que estejam completamente impossibilitados de granjearem meios de subsistência”. O mesmo documento determina, ainda, que a gestão desta casa seria sempre da responsabilidade do Reverendo Abade de Matosinhos e “sucessivamente dos seus sucessores”.